sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Brasil com Z - A relação dos italianos com os animais

Hoje estou lá no Brasil com Z, falando um pouco da relação dos italianos com os animais, dando um pouco de dados estatísticos, como são as leis aqui e muito mais.



"Segundo uma pesquisa recente, 42% das famílias italianas têm um animal em casa. Mais de 40% dos que têm animalzinho em casa tem mais de 1.
A maioria são cães, mas há também muitos gatos e outros pequenos animais. 
Aqui na Itália os cachorros não são cães de guarda, mentalidade de ainda muitos no Brasil. 
Cães são amigos, parceiros, companhia, e para muitos, são como filhos. 
Sim, 68% da população italiana vê seus animais de estimação como seus próprios filhos. Essa mentalidade influi também na compra de alimentos de qualidade, jogos e no cuidado da saúde do animalzinho..."

Leia mais lá no Brasil com Z!

Baci a tutti!

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Brig - Suíça

Outra cidade suíça que conhecemos nestas últimas férias de inverno foi Brig, já na parte Alemã.

A cidade de Brig, com sua área histórica e o Palácio Stockalper, situam-se no ensolarado Alto Valais, ao sopé do Passo Simplon (em italiano Sempione - muita neve!!! :o). Situado num importante cruzamento, Brig é o ponto de partida ideal para excursões. A cidade situa-se próxima a regiões de caminhadas e esqui no Lötschberg e Simplon, e na Aletsch. Ela possui também suas próprias termas, tornando-se um atraente resort turístico.
Passo Simplon - Sempione


A parte antiga da cidade, com suas casas senhoriais e aconchegantes pousadas e hotéis vão deixá-lo com vontade de ficar aqui por mais tempo. A alegre Bahnhofstrasse é ótima para fazer compras, e o Palácio Stockalper em Brig é um dos mais importantes palácios barrocos da Suíça. 

A história de Brig está intimamente ligada ao Passo Simplon, um dos mais belos passes alpinos, iniciando-se imediatamente após os portões da cidade. No século XIX, Napoleão construiu uma estrada através do Passo Simplon para locomover seus exércitos, criando assim a primeira estrada nos Alpes a ser feita por mãos humanas.

Brig

Brig é o ponto de partida ideal para uma excursão a Zermatt ou Saas Fee, por exemplo. Ela também fica na rota do famoso Glacier Express, que liga Zermatt a St. Moritz. Na direção sul, Brig é o último posto de fronteira ao norte a dar acesso ao túnel ferroviário de Simplon, que vai para a Itália. Na direção leste, passa-se por Goms, onde o Passo Furka conduz a Suíça central; o Passo Grimsel, ao Oberland bernês; e o Passo Nufenen, ao Ticino. 

Blatten, acima de Naters, próximo a Brig, com suas casas de madeira em castanho escurecido pela queima do sol, é um autêntico vilarejo do Valais. Daqui, um teleférico sobe o Belalp até um elevado planalto, ensolarado e fechado ao tráfego, com o selo de qualidade "Receptivo a Famílias". Suas atrações incluem a trilha e o desfiladeiro Massa, a rota de escalada do Aletsch passando pelo reservatório, e as "caminhadas suonen" ao longo dos históricos canais de irrigação do Valais.

Castelo Stockalper

Claro que todas essas atrações não são ideais no inverno, mas sim primavera e verão.
Mas todo o charme da cidade vale o passeio. Um vale cercado de montanhas nevadas com paisagens de tirar o fôlego.
E claro, o charme de estar num lugar com uma língua totalmente desconhecida pra mim, o alemão.
Muitos entendem também o italiano, por sorte, mas outros.... Comunicação por gesto sempre funciona!
hahahhaha

E outra coisa, perceber as diferenças da Itália. Cidade limpa, bem sinalizada, ótimo asfalto, calçamento, sinalização... isso sim lembra o primeiro mundo que eu imaginava!

É isso!

Baci a tutti!


segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Locarno - Suíça

Locarno na Suíça foi outro lugar que conhecemos nas nossas férias invernais.
Fica na chamada Suíça italiana, pois o italiano é a língua oficial. É banhada pelo Lago Maggiore e por isso, tem clima e paisagem propícios para atrair turistas.
Tem pouco mais de 16 mil habitantes e é possível chegar em Locarno por trem. 




Todos sabem que a Suíça é um país bem montanhoso, com paisagens maravilhosas. 
Apesar da língua ser o italiano, já que Locarno fica na "parte italiana" da Suíça, o que facilitou o nosso turismo, o país não faz parte da União Europeia portanto a moeda não é o Euro, é o Franco Suíço. 
Atualmente o câmbio entre Euro-Franco está quase 1:1, mas isso não ajuda muito para quem ganha em Euro. Os custos são outros na Suíça, os salários são bem mais altos e as despesas também. Comer em restaurantes fica praticamente impossível, até Mc Donalds já pesa pra quem ganha em Euro, na Itália um Mc Menu custa entre 6 e 8 euros na Suíça custa entre 13 e 15 euros. É o preço também de uma pizza! Portanto, esse é o lado ruim de ser passear na Suíça!  :o


O inverno com certeza não é a estação ideal para passear em Locarno, pois venta muito. 
Mas passear pelas lojas, as chocolaterias suíças, o lago, enfim,  tudo valeu a pena mesmo no frio. 
Locarno é também a famosa por seu Festival Internacional de Cinema, o segundo mais antigo, ficando atrás somente do de Veneza- Itália.


Num próximo post conto sobre outra cidade suíça que conhecemos, Brig, já na parte alemã da Suíça.

Baci a tutti!

sábado, 24 de janeiro de 2015

Brasileiras pelo Mundo - O papel da mulher na sociedade italiana

Hoje estou lá no blog Brasileiras pelo Mundo.

O tema é Mulheres.

Qual é o papel delas na sociedade italiana?

Descubram lendo meu artigo lá no blog coletivo, clicando aqui!



Baci a tutti!

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Piscinas termais no inverno

Ainda sobre as férias de inverno, tive o prazer de ir às Termas de Premia, em Premia, uma cidadezinha na montanha Piemontese.

Água quente e benéfica para a saúde, cheia de sulfato de cálcio, para todas as idades.

O must: a piscina externa, circundada por montanha e neve!
Isso mesmo, neve!

Foi uma experiência única!

Como no inverno escurece cedo, por volta das 16h, estava já quase escuro quando fomos, o que deixou a paisagem com outra cara também!

Terme di Premia - www.premiaterme.com
Terme di Premia - www.premiaterme.com
São várias piscinas na área interna, pra todos os gostos.
Cadeiras de hidro-massagem, piscinas com percurso de choque térmico (quente e frio), piscina para crianças, área relax e benessere. 
A região conta também com vários hotéis pra quem quer se hospedar nas redondezas.

No fim de semana o ingresso de 1 hora custa 11 euros, o valor cai pra 7 euros durante a semana. 
Pode-se pagar por 1 hora, 2, ou até mesmo o dia inteiro.

É preciso usar touca de piscina!

Para saber mais sobre essas termas clique aqui.

A Itália é cheia de lugares como esse. Pesquise por "Terme" na região mais próxima de onde for ou estiver. Pode de repente não ter neve, mas garanto que será uma experiência muito relaxante.

Baci a tutti!


terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Brasil com Z - Inverno na Itália

Ontem meu texto saiu lá no Brasil com Z.

Falando sobre o inverno na Itália e onde ir para ver neve, esquiar, enfim, curtir um inverno de verdade!

Leiam lá!


domingo, 18 de janeiro de 2015

Quanto custa assistir uma Ópera na Itália?

Vir à Itália e não assistir uma verdadeira Ópera chega a ser um pecado.

Sabia que dá sim pra assistir uma sem gastar os olhos da cara?

Depois de 4 anos de Itália finalmente consegui ir em uma. 
Daí vocês me perguntam: só agora? Depois de 4 anos?
Pois é, quando moramos aqui vamos sempre deixando para depois. 

Teatro dell'Opera di Roma - foto: Sonhos na Itália
Fomos no Teatro da Ópera de Roma.
Assistimos à favola Rusalka, que é Tcheca, portanto a ópera foi legendada em italiano e inglês (a legenda foi colocada no alto do palco).
3 horas e meia de ópera! Achei que seria cansativo, mas me enganei. Fiquei super presa à história e, mesmo com um intervalo de 20 minutos, passou bem tranquilamente. Adoramos! Com certeza uma experiência inesquecível!

E afinal, quanto custa?
Os bilhetes da estreia são bem mais caros, portanto sugiro ir à réplica, na qual se economiza até 30% no valor do ingresso. 
Os valores variam de acordo com a posição do assento. De 125  euros na área Palchi-Platea a 17 euros na Galleria. 
Só 17 euros?? 
Sim! 
Mas claro que, é lá "encimão", longe, vai ver tudo pequenininho, mas bem.. quem só puder gastar isso, vale mesmo assim. 
Gastando um pouquinho mais, aconselho a pegar nas áreas Palchi-2a ordine, pagando de 44 a 52 euros. Área onde ficamos, como dá pra ver na foto acima. 
Quer ficar num lugar ainda melhor? Fique na área Palchi-Platea, gastando de 73 a 125 euros.

Assentos do Teatro - clique na foto para ampliar
Jovens estudantes ate 25 anos e idosos acima de 65 anos têm 25% de desconto no ingresso. 
Tivemos sorte pois como Tiago está fazendo a Laurea Magistrale em Espetáculo, a faculdade dele tem um incentivo aos alunos e portanto, desconto no ingresso. Era tudo o que precisávamos.

Se não tiver em cartaz a ópera, pode ser que esteja os balés, ótimo! Também devem ser fantásticos e os ingressos são bem mais baratos. 
No verão o must é assistir uma ópera ou balé nas Termas de Caracalla (antigas e enormes termas romanas), ao ar livre! Com ingressos de 25 a 100 euros. A programação começará meados de junho.
Saiba toda a programação das óperas e balés do Teatro dell'Opera di Roma e das Termas de Caracalla pelo site, clicando aqui. 

Já em Milão tem o Teatro Alla Scala, famosíssimo, onde uma ópera na estreia pode custar até 2000 euros! Nas réplicas os assentos variam de 11 a 250 euros. Vejam aqui. 

Teatro Alla Scala - Milano - foto: cdn.tempi.it

Outro lugar que deve ser sensacional assistir uma ópera é a Arena de Verona. Quando fui pra lá não tinha nenhuma ópera em cartaz. A programação de espetáculos na Arena vai de junho a setembro e, os preços variam de 13 a 226 euros. Vejam programação clicando aqui.

Arena de Verona - foto: enchantingpassionatejourneys.com
É isso aí!
Fica a dica pra quem está programando uma viagem para a Itália e vai passar em alguns desses lugares. Não perca a chance de assistir uma ópera! É emocionante!

Baci a tutti!

sábado, 17 de janeiro de 2015

A adoção de Lion

Como divulguei lá na Página do blog no Facebook, adotamos mais um gatinho, o Lion (leão, em francês). 
A decisão de adotar mais um gatinho foi tomada após algumas questões importantes. 
Primeira: Preta precisava de uma companhia. Passa a maior parte do tempo em casa (um apartamento) sozinha, não tem com quem brincar, pois estamos o dia todo fora.  
Segunda questão: quando viajamos fica mais sozinha ainda. Habituada a dormir na nossa cama quase sempre, sente muita a nossa falta quando não estamos. Constatamos a sua "solidão" e "tristeza" na primeira viagem longa que fizemos e a deixamos em casa, em agosto do ano passado. Repetiu-se agora no inverno, e por isso decidimos que a solução melhor seria a adoção de um irmãozinho para ela. 
Terceira questão: amamos gatos, com tantos procurando um lar, ter mais um não seria um sacrifício, pelo contrário, um prazer e uma alegria imensa. 

Aproveito para deixar claro que, no período em que viajamos, Preta não ficou totalmente sozinha. Contratamos uma catsitter, que ficou com a chave de casa e veio um dia sim outro não, para repor comida, água, limpar a caixa de areia, brincar e fazer carinho nela durante uma hora. Descobri o serviço de catsitter pelo Facebook, através de um grupo de voluntárias de uma ong de proteção aos animais, que também gere canis e gatils. 

Nossa catsitter tem 18 gatos em casa, ama animais e tivemos certeza que Preta estaria em boas mãos. E foi ela que nos indicou Lion.

Lion, un gatinho de pelagem longa e tigrada, de aproximadamente 3 meses, abandonado na rua, foi salvo por um apaixonado por animais, que se comprometeu a cuidar dele até achar uma família que o adotasse definitivamente. 
Sujo, magro, cheio de vermes e pulgas, com resfriado e com os olhinhos comprometidos. Lion perdeu um dos olhinhos. E isso dificultou a busca por uma família que o adotasse. Ninguém quer um gatinho sem um olho, totalmente cego ou com alguma outra deficiência. Todos querem um gatinho perfeito, lindo e saudável. 

Lion - foto publicada no Instagram

Quando adotamos Preta, a procura foi exclusivamente por um gato preto, pois a ignorância faz com que esses gatos sejam excluídos, maltratados, sacrificados e consequentemente, a busca por adoção é quase nula também. 
E tivemos a sorte de vir a Preta na nossa vida! Linda, inteligente, muito esperta e carinhosa.

Quando soubemos do Lion, não pensamos duas vezes. É ele!
Ele estava em Foligno, Perugia. Mas uma voluntária que trabalha com adoção de gatos, se prontificou a trazê-lo até Roma. 

Lion chegou já com a primeira vacina e vermífugo tomados e anti-pulgas. 
Inicialmente tímido, compreensivelmente pois, nova casa e uma "irmã mais velha" muito ciumenta, rs. 

Hoje é o quarto dia de Lion em casa. E tudo está ficando mais harmonioso. 
Lion é muito ativo e brincalhão. É também um gatinho muito esperto e carinhoso. 
Estamos apaixonados por ele e contentes por ter tomado essa decisão de adotá-lo.

A escolha do nome foi difícil. Acho sempre nome de meninos e amimais machos uma difícil escolha. Muitos queriam associar seu nome à sua deficiência, o que eu repudio totalmente, tipo Caolho, Pirata e outros. No fim, escolhemos por Lion, pois parece muito um leãozinho. Não acham?

Lion sob os olhos ciumentos de Preta.
Hoje o levamos à nossa veterinária de confiança e foi constatado que sua saúde está perfeita!
Depois  que completar 6 meses vamos castrá-lo, colocar o microchip e fazer a cirurgia para fechar as pálpebras do olhinho perdido. 

Tudo para seu bem e segurança.

Neste post mais antigo contei como funciona para trazer um animalzinho para a Itália. Neste outro quando adotamos Preta. E aqui, contei quando colocamos o microchip de identificação nela. 

É isso aí! Família mais completa e feliz com a chegada do Lion!
Baci a tutti!

<3

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Domodossola - Piemonte

Nossas férias de inverno, ou melhor, de Natal e Ano Novo foram no norte da Itália, mais precisamente em Domodossola, na região Piemonte, quase lá na divisa com a Suíça. Portanto, montanha. Ficamos na casa de amigos.



Já conhecíamos Domodossola pois quando tirei minha carteira de motorista, a prova escrita foi lá! 
É uma pequena cidade, rodeada de montanhas nevadas, com quase 19 mil habitantes. 

Domodossola - distrettolaghi.it

Domodossola, antes chamada Oscella, já existia na era romana, no segundo século depois de Cristo. 

Símbolo da cidade a Piazza Mercato é caracterizada por construções de 1400. 
Ficamos apaixonados em conhecer melhor essa charmosíssima cidade. Moraria ali sem problemas!
Foi uma cidade murada, mas resta pouco da muralha que protegeu a cidade um dia. E apenas uma das torres ainda está de pé. 

Piazza Mercato - http://www.staedte-fotos.de/

Em 1944, durante a Guerra, foi sede da Resistência, com a "Giunta Provvisoria di Governo della Repubblica partigiana dell'Ossola".

Em 1656 dois frades cappuccini fizeram de Domodossola uma das sedes do Sacro Monte Calvario  prealpini (Sacro Monte di Domodossola).  Atualmente, patrimônio mundial pela Unesco. Abriga 12 capelas decoradas com estátuas e pinturas sacras. 
Não tivemos a oportunidade de conhecer pois o inverno não é o período ideal para o passeio, que fica na parte mais alta de Domodossola, permitindo ter uma vista da cidade do alto.

No inverno, Domodossola é principalmente rota para as estações de esqui. Nos arredores estão Domobianca (não muito alta, não estava aberta pois não nevou praticamente em dezembro), San Domenico e Macugnaga (no famoso Monte Rosa).

Monte Rosa - fotografieitalia.it

Desta vez não esquiei nem fiz snowboard. Só o marido, rs. Fiquei com as amigas em casa junto com as crianças, ou melhor, escolhemos fazer um passeio diferente e muito legal também, as Termas, que  vou contar no próximo post pra vcs. 
Aliás, aos poucos vou contando tudo, lugares que fui e conheci, o que se tem pra fazer lá, etc!

Acompanhem!

Baci a tutti!







quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Fim das férias! Vem aí novidades!

De volta ao trabalho e já a todo vapor!

Passamos férias no norte da Itália, nas montanhas, pertinho da Suíça.

Teve neve, amigos, afilhada, paisagens lindas e muita coisa pra contar!



Estou já na correria mas assim que tiver um tempinho vou começar a contar como foram essas férias de fim de ano!

Quem está acompanhando minhas fotos pelo Instagram já viu alguma coisa.

Se não seguiu segue lá! http://instagram.com/sonhos_na_italia/

Até mais!

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Adeus Ano Velho, feliz Ano Novo!

2014!
Foi um ano cheio! 
De emoções, aprendizagem, amadurecimento, crescimento, viagens, nascimento, amizades, muito trabalho e também muito estresse!
Ufa!

Como sempre, agradeço à Deus por tudo! Todas as oportunidades, todos os sonhos realizados e todos os desafios e obstáculos superados!

Agradeço também à todos vocês, leitores. 
Que fazem deste blog um sucesso me motivando a continuar!

Em 2014 no blog foram:

- 64 posts
- quase 300 comentários
- mais de 170 mil visitas

E ano que vem tem muito mais!



E que venha 2015!

2015 é o ano da Justiça, no Tarot,  que diz que:

"Honrar a própria palavra é um dos mandamentos de "A Justiça", pois o que está em jogo é o seu comprometimento e a execução daquilo que se propõe. "

Já no horóscopo chinês é o ano da Cabra:

"A Cabra possui a energia Yin, que simboliza Paz, Harmonia e Tranquilidade. E esse é o principal humor para esse ano. Embora haja gritos de guerra e uma contagem regressiva está prestes a começar, a guerra será evitada e haverá um período de reparação e de compromisso para garantir que a paz seja mantida."

Que assim seja!

Aproveito para deixar um calendário com todos os feriados importantes em 2015! 
Para programar viagem, projetos, estudos e tudo o mais.



Desejo a todos um ótimo ano!
Que seus sonhos se realizem!

Baci a tutti!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

26 de dezembro - Santo Estevão (Stefano) - Feriado na Itália

26 de dezembro é o 360º dia do calendário gregoriano (361º em anos bissextos ).

Ou seja, faltam cinco dias para o fim do ano.

Santo Estêvão é o primeiro mártir do cristianismo, segundo o Novo Testamento, sendo considerado santo por algumas das denominações cristãs (católica, ortodoxa e a anglicana).




O seu nome vem do grego Στέφανος (Stéphanos), o qual se traduz para aramaico como Kelil, significando coroa - e Santo Estêvão é, de resto, representado com a coroa de martírio da cristandade, recordando assim o facto de se tratar do primeiro cristão a morrer pela sua fé - o protomártir.

É celebrado em 26 de Dezembro no Ocidente e em 27 de Dezembro no Oriente por tais denominações. Ele também está listado entre os Setenta Discípulos.

E aqui na Itália é feriado! 
É feriado também na Alemanha, Áustria, Irlanda, Dinamarca, Croácia, Romênia, Serbia e Montenegro e  

Aproveito para parabenizar a todos os que têm o nome Estevão (Stefano). 
Buon onomastico!


fonte wikipedia.it

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Brasil com Z - Um Natal feliz mesmo longe da família

Hoje estou lá no Brasil com Z, falando um pouco dos sentimentos confusos quando se passa o Natal longe da família.

Leiam lá clicando aqui. 


quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Consumo dos italianos no Natal

Há pelo menos 9 milhões de italianos que esperam encontrar debaixo da árvore a tradicional cesta de Natal com vinho e produtos típicos do território.

Porque com o consumo estimado para festas em uma diminuição adicional de 5% em relação ao ano anterior, a comida é o único elemento que não se "corta", na verdade cresce como ideia de presente. Isto foi afirmado pela Confederação italiana de Agricultores


Com a crise que não passa e o décimo terceiro cometido entre impostos, contas de serviços públicos e de hipotecas, 71% dos italianos vão optar 'por presentes úteis', que em um caso em cada três dará presentes "mesa" para os parentes, amigos e colegas, ou melhor,  alimentos e vinho, explica o CIA. 
E também são as cestas finas de Natal, embora em "tamanho menor" do que em anos anteriores, que 29% dos italianos irá preencher "com produtos locais e "orgânicos". 

Absolutamente ganha o "made in Italy" e os bens mais 'populares', como vinho, champanhe, panetones e torrone tradicional, seguido por carnes, conservas, azeite, mel e queijos. Para uma despesa total - estima a CIA - entre 500 e 550 milhões de euros.

Também muda a o modo de compra, mais cuidadosa e contida. Mais de 80% das famílias agora olha para a melhor relação qualidade/preço e é também isso que premia fornecedores mais acessíveis como pequenos agricultores e mercados de Natal, um aumento de "gastos no país" em 7% no mesmo período de 2013, a CIA observa. 

São muitos, de fato, os italianos que neste período estão procurando mercados agrícolas que fazem vendas diretas e mercados de pulgas criados pelos agricultores, especialmente em zonas rurais e peri-urbanas. Uma escolha que premia não só a qualidade, autenticidade, frescura e salubridade dos  produtos agrícolas, mas deixa as contas mais leves. Nos pequenos produtores, na verdade, você compra a preços muito mais baixos do que os praticados pelos supermercados e centros comerciais, com uma economia de até 30%.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Máfia Capital

Máfia Capital, mais de 40 prisões decretadas desde o início de dezembro.

A máfia que "explodiu" em Roma esse mês.
Acusações de extorsão, usura, corrupção, manipulação de leilões, faturas falsas, transferência fraudulenta de bens, lavagem de dinheiro e outros crimes.
Os investigadores documentaram, além do mais,  um sistema corruptivo finalizado à atribuição de contratos e financiamentos públicos do Município de Roma e das empresas municipais, com interesses na gestão de centros de acolhimento para os imigrantes.
Entre os envolvidos, a maioria políticos e funcionários públicos, está o antigo "sindaco" de Roma, o  Alemanno.
Na operação do "magna magna" romano, a polícia financeira executou um mandado de apreensão do patrimônio atribuível aos suspeitos, emitidos pelo tribunal de Roma, de um valor de 200 milhões de euros.



Na "sujeirada" estão envolvidos também, integrantes da polícia e a marinha militar italiana. 
Na Marinha, descoberta fraude de 7 milhões de euros, destinados à combustível e fornecimento de "navios fantasmas", que nunca atracaram no porto. Inclusive, um deles, o Victoria I, já tinha naufragado em 2013... 

A Itália está em crise?
Sim.. na lama.. por tanto roubo e corrupção. 

domingo, 14 de dezembro de 2014

Brasileiras pelo Mundo - Dez curiosidades do Natal na Itália

Hoje estou lá no blog Brasileiras pelo Mundo com as Dez Curiosidades do Natal na Itália.

Passem lá para ler e comentar clicando aqui ou na imagem abaixo.

Grazie a tutti!

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

10 elementos para se reconhecer um romano no restaurante

O Romano é um animal na mesa: o ritual da "magnata" ("comilança") não pode ser trocado por nada no mundo. 
Aqui estão 10 coisas que fazem você perceber imediatamente se a pessoa sentada à mesa ao lado é um romano. 

Alberto Sordi em "Um americano em Roma".

1. A escolha da mesa 
A mais proeminente do restaurante, sempre a melhor e sempre o centro das atenções. Discrição não é tolerada! 

2. Avistamento de amigos 
No restaurante você tem que se sentir em casa ou na praça: acaba de entrar já vai procurando pelos amigos e, assim que os encontra não economiza no volume para chamá-los e cumprimentá-los. 

3. Coloque as coisas claras com o garçom 
“Ahò, io so amico de tizio e caio, trattace bene eh” (Aho, eu sou amigo do tal e do fulano, nos trate bem heim?!).  Ser sempre "o simpático" com os funcionários e acreditar que se é realmente...

4. O olho maior que a barriga
Pedir pouco é um pecado: trio de aperitivos, entrada, prato principal, sobremesa, café e ammazzacaffè.

5. Grandes porções 
A cozinha romana é rica, seja em calorias como nas porções servidas. É um problema se trouxerem à mesa um prato de carbonara com menos de 120/150 gramas de macarrão.

6. A escolha do primeiro prato (carboidrato)
Sem brincadeira: sobre o antipasto se pode, eventualmente, discutir, mas depois há apenas carbonara, cacio e pepe, amatriciana, pajata, gricia ou, no máximo, sugo di coda. 

Carbonara

7. A escolha do segundo prato (proteína)
Exceto em raras ocasiões nas quais se escolhe frutos do mar, para o romano se deve servir carne, especialmente cordeiro, osso buco ou o chamado "quinto quarto", ou então, miudezas (cauda, tripa, vísceras, cérebro e assim por diante).  Acompanhada só com catalonha, alcachofra ou chicória. 

8. Vinho e barulheira
Para (quase) todos os outros, o volume de voz é diretamente proporcional ao nível de vinho tomado. Para o romano não, você o reconhece imediatamente, mesmo quando sóbrio!

9. Ammazzacaffè 
Um ritual para ser feito quando o álcool já está nas alturas. Se canta, se ri, mas acima de tudo, se pede uma rodada de sambuca "con la mosca" (digestivo liquoroso a base de anis, "com a mosca", ou seja, um grão de café dentro).


10. A conta 
À romana, ou seja, dividida igualmente entre todos, sem ficar calculando o que você comeu. Viva a democracia!

Haveria também uma décima primeira na realidade, isto é, o desejo constante de trazer o seu próprio veículo (carro ou moto), quase dentro do restaurante, levando-o a estacionar, por assim dizer, em um lugar "criativo". 

Ah esses romanos! 
Ame-os ou odeie-os!

Baci a tutti!


Texto retirado e traduzido do site 2night.it

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Brasil com Z: Dica cultural - museus grátis na Itália

Hoje extraordinariamente estou no Brasil com Z para dar uma super dica cultural!!

Museus grátis na Itália, todo primeiro domingo do mês, e domingo agora dia 7 é a próxima data.


Saibam mais de outros programas gratuitos acontecendo por aqui! Clique aqui!


Alla prossima!

Baci a tutti!

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Quais profissionais têm emprego certo na Itália???

Quais profissionais têm emprego certo na Itália???

São cerca de 50 mil os perfis profissionais que as empresas estão lutando para encontrar, é isso que surgiu a partir da análise do Sistema de Informação anual da Excelsior Unioncamere e do Ministério do Trabalho, na feira Job & Orienta, realizada em novembro passado na feira em Verona.

Infelizmente, esta falta de pessoal, muitas vezes tem uma carência de profissionais que tenham concluído um curso de estudo adequado às competências exigidas nas seleções. Os trabalhos que eles não conseguem encontrar profissionais não são só de pessoal altamente qualificado, que exigem um grau, mas também naqueles onde é necessário apenas o ensino secundário.

Entre aqueles que têm um diploma do ensino médio é difícil encontrar aqueles que o obtiveram em uma escola técnica - profissional ou agrícola - alimentícia, de fato, os perfis que são quase impossíveis de encontrar são programadores de software, designers, técnicos, assistentes sociais e de saúde, tecnologia da informação, construção civil, cozinheiros, etc.



Enquanto que entre os graduados,  se tem problema no recrutamento de pessoas com estudo científico, matemático e físico. Os profissionais mais requisitados são os peritos em software, especialistas em gestão de negócios, os designers mecânicos, comercialistas do exterior, educadores para portadores de necessidades especiais, técnicos comerciais, engenheiros eletrônicos,  cientistas da computação, etc ..

Um recado para os jovens, diz a matéria, é não considerar somente o que ser quer fazer da vida, mas também a demanda no mercado de trabalho. A este respeito, o presidente da Unioncamere Ferruccio Dardanello no JOB & Orienta, diz que "Hoje, mais do que no passado, você precisa colocar nas mãos de jovens as cartas para escolher conscientemente o caminho que podem abrir-lhes um futuro de trabalho e satisfação. Ele deve ser combinado com a empresa para a escola, de modo que as crianças possam ganhar experiência a apresentar, no momento da contratação ".

Tem um desses diplomas e experiência?
Na Itália teria chances, apesar de toda essa crise.
Claro que, precisaria ter italiano fluente, um pouco do inglês (o inglês ensinado nas escolas e universidades italianas têm um ótimo nível), alguns contatos e muita vontade de correr atrás.

É isso aí!
Baci a tutti!



Fonte: iovivoroma.org

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

terça-feira, 25 de novembro de 2014

10 coisas para se fazer em Roma pelo menos uma vez na vida

Ok, Roma é a cidade mais bonita do mundo, como dizem, e os seus monumentos devem ser todos visitados por todos que vêm à cidade eterna. Porém, tem 10 coisas que devem ser absolutamente feitas em uma visita à Roma.

Vamos lá?


1 - Jogar a moeda na Fontana di Trevi La moneta a Fontana di Trevi - Lançar a moeda virado de costas para a fonte, fazendo um desejo. Principalmente se quer voltar um dia pra Roma, afinal esse é o objetivo principal da tradição. Mesmo a Fontana estando vazia já há algumas semanas (e ficará até outubro de 2015 para reforma), reservaram um espaço especial para os turistas jogarem a moedinha. 


2 -  Comer uma  “sorchetta doppio schizzo” no Sorchettaro da via Cernaia. Rigorosamente depois das 2 da madrugada, após a balada. Sim, porque aqui se come doce depois da balada e não hot dog como no Brasil rs. 


3 - Espiar a Cúpula da Basílica São Pedro do Vaticano através do buraco da fechadura do Priorato dei Cavalieri di Malta, em Aventino.



4 - Visitar o Coliseu internamente. Se conseguir e puder, fazer também o passeio subterrâneo. E claro, não se deixar enganar pelos gladiadores romanos na parte externa, que cobram caro por uma foto. 



5 - Ver o sol nascer do Aventino e o pôr-do-sol do Gianicolo.


6 - Comer comida romana. Spaguete à Carbonara, Cacio e Pepe, Amatriciana e tantos outros pratos... hummm


7 - Ir ao Estádio Olímpico assistir um jogo da Roma ou da Lazio. Com bandeira e na curva. 


8 - Fazer um aperitivo em uma das praças mais movimentadas de Roma, Campo de' Fiori, Piazza Trilussa ou na piazzetta do Rione Monti.


9 - Comprar objetos vintage, velhos discos ou roupa de brechó na feira de domingo de Porta Portese.


10 - Se sentar na escadaria mais famosa (e bonita) do mundo e conhecer gente de todo os lugares do mundo na Piazza Spagna, escadaria da igreja Trinità dei Monti.


Poderia ainda incluir uma: comprar imediatamente uma passagem pra voltar à Roma.


É isso aí!
Baci a tutti!


Dicas do site 2night

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Criminalidade na Itália

Aumentou a criminalidade na Itália.

Reflexo da crise?

Os furtos denunciados em casas aumentaram 6%,  furto pessoal (¨bate carteira¨) aumento de mais de 12%. Fraudes e golpes na internet aumentaram 20%.


A província de Milão foi considerada a mais violenta em 2013. Seguida pelas províncias de Rimini, Bologna, Torino e Roma.
Analisando os crimes individualmente é Napoli a aparecer no topo quanto aos assaltos (rapina), com 4x a média nacional. Napoli também está no topo com o volume total de casos denunciados, seguida por Milão e Roma, claro, cidades que possuem um grande centro e são muito populosas. 
Furtos em casas no topo da lista estão Milão, Torino e Roma, mas algumas 'pequenas' surpreendem aparecendo na pesquisa, como Asti e Sondrio.



Por sua vez, cai o número de carros roubados e os homicídios.

Aconselho sempre, principalmente aos turistas para ter mais atenção em lugares muito cheios como ônibus e metrô, mas também em museus e pontos turísticos. Carteira, celular, máquina fotográfica, todo cuidado é pouco.

É isso aí!

Baci a tutti!



quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Brasileiras pelo Mundo - A crise econômica e o sonho de morar na Itália

Hoje estou lá no Brasileiras pelo Mundo, falando de um tema muito atual, a crise econômica italiana.
Recebo muitos emails de leitores que compartilham deste sonho e perguntam-me se é o momento certo.

Querem saber?
Leiam lá clicando aqui.


Baci a tutti!
Alla prossima!

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Brasil com Z - Aprender o idioma italiano



Hoje estou lá no Brasil com Z com o texto: Aprender o idioma italiano.
Sempre dou dicas aqui de cursos e a importância em estudar e se aperfeiçoar na língua.







Leiam lá clicando aqui!
Curtam!
Comentem!
Compartilhem!

Grazie!


Você também pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...