segunda-feira, 28 de julho de 2014

Brasileiras pelo Mundo - Ser imigrante na Itália

Minha colaboração deste mês lá no blog "Brasileiras pelo Mundo" fala sobre imigração.

http://www.brasileiraspelomundo.com/italia-ser-imigrante-45146607


Uma vez falei um pouco sobre isso aqui nos Sonhos na Itália.

Leia lá clicando aqui.

Comente e compartilhe.

Grazie a tutti!





terça-feira, 22 de julho de 2014

Vida de doutoranda na Itália

Vida de doutoranda na Itália em uma palavra: corrida!
Sim. E eu não imaginava que seria diferente. 
Ainda mais por ser em um outro país, uma outra língua, uma outra cultura, com pessoas que tiveram uma formação, um preparo acadêmico diferente do meu. Mas bem, estou viva, por enquanto. Rs.

Não tenho tido muito tempo para me dedicar ao blog, tem ainda outros que colaboro uma vez ao mês ainda. Então falta tempo e inspiração. 

Aulas, ensinar, estudar, pesquisar, escrever, analisar, monitorar, orientar, apresentar... ai ai ai .. tanta coisa!

São muitos desafios para a realização do sonho. 
Mas claro, com muita garra, fé, força, vontade e coragem se chega ao fim, com louvor! :)



As férias estão chegando! 
Com elas a visita de duas primas que amo tanto, são como irmãs! 
E também a chegada da minha afilhada, filha de uma amiga que é como irmã! (adoro ter muitas irmãs!!! rs)
Estou muito feliz e aliviada que terei um pouco de férias. Vou tentar liberar um pouco a cabeça das coisas do doutorado (coisa que é muito difícil, fico sempre pensando no que falta pra fazer, o que fazer, como fazer!! um estresse só!), me relaxar e me divertir. 

Prometo que tentarei pelo menos uma vez nas férias escrever aqui e contar sobre alguma coisa ou lugar novo que conheci!
Pode deixar!

Baci a tutti!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Bairros de Roma: Pigneto

Pigneto é uma área urbana, um bairro do município V de Roma.
Durante a Segunda Guerra Mundial, junto com San Lorenzo, Pigneto foi muito ativo no antifascismo e também sofreu bombardeamentos em 1944.
Recentemente ali foi instalada a sede da Associazione Nazionale Partigiani d'Italia (associação dos participantes da resistência italiana contra a ocupação nazi-fascista.
Vários filmes italianos foram girados no Pigneto, como o "Accattone" de Pasolini.



Atualmente é um bairro ainda considerado de periferia, apesar de estar bem perto do centro de Roma. 
É bem agitado, principalmente por ser perto dos campus universitários do centro, tem diversos bares e restaurantes para todos os gostos e bolsos. 



É um bairro popular e abriga gente de todas as nacionalidades.  
Cheio de iniciativas populares, é sempre palco de eventos culturais que atraem sempre bastante gente. 

Árvore típica de Roma também presente em Pigneto, dividindo o cruzamento. Ao fundo se vê o Aqueduto Felice.
 
Atualmente também, se percebe um grande número de jovens que vendem droga no bairro. Reflexos da crise italiana. Jovens que não têm perspectiva de um futuro, que não têm emprego, na sua grande maioria imigrantes.
Com isso o bairro tem ficado mal falado; moradores que reclamam, blitz policial que passa prendendo todo mundo, mas seria essa a solução?



Pigneto, vale a pena conhecer em Roma.

Baci a tutti!

terça-feira, 1 de julho de 2014

Sonho Rock - Metallica e Alice in Chains

Tem sido corrido por aqui.
Começando a segunda metade deste ano de 2014.
Tantas coisas acontecendo e tantas pra acontecer.
Graças à Deus.

E hoje realizo um sonho duplo.
Show de duas bandas que amo: Metallica e Alice in Chains, no mesmo dia, no Rock in Roma.

Uhuuuul!

Sonho rock também é sonho.

São oportunidades que surgem aqui que não dá pra perder.
Sonhos muito mais fáceis de serem realizados do que se estivesse no Brasil.

Além das 2 bandas que amo, se apresentarão mais duas: Volbeat e Kvelertak.



O ingresso custou 69 euros.
Um dos mais caros deste festival.
Mas sei que vai valer cada centavo.

Tenho tantos outros sonhos musicais a serem realizados.
Ano passado foi o Green Day.
Teve Pearl Jam esse ano já em Milão, mas ainda não foi desta vez...

Espero ainda realizar muitos outros!

É isso aí!

Baci a tutti!

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Viver legalmente na Itália

Escrevi um resumo sobre viver legalmente na Itália lá no blog Brasileiras pelo Mundo.

Já falei várias vezes sobre isso aqui no blog, mas recebo sempre muitos emails sobre o tema, portanto nunca é demais reforçar né?

Quer saber como viver legalmente na Itália?

São 5 possibilidades.




Leia lá então no Brasileiras pelo Mundo clicando aqui ou na imagem.

http://www.brasileiraspelomundo.com/italia-viver-legalmente-2-25096713


Baci a tutti!

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Villa Celimontana e as Casas Romanas do Celio

Vida corrida de doutoranda, me vem faltando inspiração e principalmente tempo para escrever aqui no blog sem ser repetitiva. 
Semana passada fui a um congresso internacional aqui no centro de Roma e para minha surpresa tivemos um passeio delicioso, um lindo parque e casas romanas, que ficaram escondidas no subterrâneo de Roma por muitos séculos.
Daí que não podia deixar de contar para vocês!
O congresso foi na Villa Celimontana, onde atualmente abriga a Sociedade Geográfica Italiana. A Villa tem um lindo parque público, com muito verde, bem no coração de Roma, pertinho do famosíssimo Coliseu.
        
 
E ali pertinho estão as casas romanas do Celio (um rione de Roma). Estas que foram encontradas no subterrâneo da Basílica de São Giovanni e Paolo, em 1887. 
 

São 20 ambientes datados do terceiro século d.C e também da era medieval. 
Salas decoradas com afrescos, pisos com mosaicos, teto alto... enfim,  uma viagem no tempo!

              

É um museu, claro! 
Para saber tudo sobre ele, valores, horários de visitas, clique aqui.

Roma é um mundo de histórias. A cidade eterna. Cada passo uma descoberta!

Baci a tutti!
 

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Tarquinia e os etruscos

Esse fim de semana fomos conhecer Tarquinia, na província de Viterbo, no Lazio (Lácio).
Bem, é uma cidade murada (muralha da era medieval), no alto de uma colina, a 6 km do mar e que tem muita história pra contar. 
Principalmente porque foi a principal cidade dentre as 12 cidades etruscas.
  
Mas quem eram os etruscos?

Os etruscos eram um aglomerado de povos que viveram na península Itálica na região a sul do rio Arno e a norte do Tibre, grande parte do território é a atual Toscana, mas também com partes no Lazio e Úmbria. Eram chamados Τυρσηνοί, tyrsenoi, ou Τυρρηνοί, tyrrhenoi, pelos gregos e tusci, ou depois etrusci, pelos romanos; eles auto-denominavam-se rasena ou rašna. É pela sua designação grega que se fala de mar Tirreno.
Desconhece-se ao certo quando os etruscos se instalaram aí, mas foi provavelmente entre os anos 1 200 a.C. e 700 a.C.. Nos tempos antigos, o historiador Heródoto acreditava que os Etruscos eram originários da Ásia Menor, mas outros escritores posteriores consideram-nos itálicos. A sua língua, que utilizava um alfabeto semelhante ao grego, era diferente de todas as outras e ainda não foi decifrada, e a religião era diferente tanto da grega como da romana.
A Etrúria era composta por cerca de uma dúzia de cidades-estados (Volterra, Fiesole, Arezzo, Cortona, Perugia, Chiusi, Todi, Orvieto, Veios, Tarquinia e Fescênia), muito civilizadas que tiveram grande influência sobre os Romanos. A Fescênia, próxima a Roma, ficou conhecida como um local de devassidão. Versos populares licenciosos, na época muito cultivados entre os romanos, ficaram conhecidos como versos fesceninos (obscenos). Os últimos três reis de Roma, antes da criação da república em 509 a.C., eram etruscos. Verificaram-se prolongadas lutas entre a Etrúria e Roma, terminando com a vitória desta última no século III a.C.
 

Um fato muito importante sobre o povo etrusco era a posição da mulher na sociedade. A mulher etrusca, ao contrário da grega ou da romana, não era marginalizada da vida social, senão que participava ativamente dos banquetes, nos jogos ginásticos, nas danças e também nas "guerras", existem objetos etruscos que retratam a mulher guerreira.
Esta situação social da mulher entre os etruscos, muito mais livre que entre gregos e romanos, fez que gregos e latinos considerassem "promíscua" e "licenciosa" a cultura etrusca. Entre helenos e latinos as mulheres estavam absolutamente subordinadas aos varões.
A mulher ademais tinha uma posição relevante entre os aristocratas etruscos, pois que estes últimos eram poucos e amiúde estavam envolvidos na guerra: por isto, os homens escasseavam. Esperava-se que a mulher, em caso de morte do marido, assumisse a tarefa de assegurar a conservação das riquezas e a continuidade da família. Também através dela transmitia-se a herança.

Na cidade tem o museu etrusco, que é composto basicamente de objetos encontrados nos "túmulos" etruscos. Vasos, objetos pessoais, joias, além das câmaras funerárias, os caixões de mármore (sarcófagos), terra cota ou um tipo de cimento.
                  
E depois tem a Necrópole etrusca, com as tumbas funerárias e seus afrescos, um diferente do outro, representando fatos da vida e profissão do morto ali enterrado. Muito interessante. Foram encontrados somente agora na década de 60, de um povo de vários séculos antes de Cristo. Impressionante. 
Interessante que se vê anjos nos desenhos, e até a porta do céu protegida por guerreiros com asas. Muitos símbolos associados hoje ao cristianismo.
 Um mergulho na história! Vale super a pena ser visitada.
Para saber mais sobre turismo em Tarquinia clique aqui.

Baci a tutti!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Brasil com Z - Por que é bom morar na Itália?

Já que dizem que o pior da Itália são os italianos, então o que é o melhor da Itália???

Ou melhor, por que é bom morar na Itália??

Hummmm…





Faço o top 5 lá no Brasil com Z!

Leia lá clicando aqui.
http://brasilcomz.wordpress.com/2014/05/22/top-5-por-que-e-bom-morar-na-italia/

Baci a tutti!


domingo, 18 de maio de 2014

Tradição - Um casamento em Roma

Fui pela primeira vez a um casamento aqui na Itália. De italianos, ou melhor, romanos.
Não posso falar que é um típico casamento italiano, pois existem inúmeras tradições diferentes em cada parte da Itália, mas vou contar como foi do início ao fim esse casamento romano que fui.
Bem, foram meses de preparo, como todo casamento. 
Distribuir convites, escolher igreja, padrinhos "i testimoni" (neste caso 1 casal para cada um), escolher o local da recepção, os pratos, a decoração, lista de presentes, etc.
Uma semana antes as amigas da noiva organizaram uma despedida de solteiro (o mesmo para o noivo). Neste caso, para a noiva, foi uma festa em um  fashion bus, um ônibus balada que gira o centro de Roma, com direito à um streaper, "comes e bebes" e no final, balada em uma discoteca de verdade.
 

Alguns dias antes da cerimônia, mais comumente no dia anterior, amigos da noiva e o noivo vão à casa da noiva fazer a tradicional serenata, pode ser de manhã ou à noite, o importante é que seja uma surpresa. 
Para a serenata pode-se contratar músicos, violeiros, sanfoneiros ou então os amigos podem levar instrumentos e tocar junto ao noivo, que faz a sua declaração de amor.


Já no grande dia, na Igreja, a cerimônia é muito parecida com a cerimônia católica brasileira. Muitos convidados, daminhas de honra, padrinhos, noiva chegando atrasada trazida pelo pai, etc e tal. A Igreja escolhida pelos noivos foi a San Giorgio in Velabro, no centro de Roma, uma igreja do IX século.

   

Na saída da igreja, bexigas brancas no céu, arroz nos noivos e fila para os cumprimentos aos mais novos casados. Depois a carreata até o local da festa, com os carros decorados com um laço de fita  (como contei neste post).

Na recepção, geralmente uma Villa, ou seja, uma casa de campo, com piscina, grande área verde, tudo perfeito para fazer ótimas fotos para o álbum de casamento. 
Tudo começa com um aperitivo na área aberta. Música ao vivo, bar, petiscos, enfim, descontração.
Os noivos chegam, tiram muitas fotos, fazem o brinde e logo mais, todos entram para o jantar.
Casamentos italianos são famosos por serem bem servidos, se come e se bebe muito. 
Dois pratos de massa, carne, doces e por fim, o bolo de casamento. Tudo regado a ótimos vinhos locais.


No final de tudo, se dança e se diverte!
Os noivos ficam até o final da festa, junto aos convidados. 
A noiva sempre com o vestidão, aproveitando tudo como se deve.

E viva os noivos!!

Baci a tutti

terça-feira, 13 de maio de 2014

Violenza sulle donne - Violência contra mulheres

Aumenta a campanha contra a violência doméstica. Contra a violência às mulheres.
Uma campanha que é a favor da denúncia.
Aqui na Itália praticamente não há mortes brutas por assalto ou roubo, por exemplo, mas há sim muita violência doméstica, principalmente contra as mulheres.
Ano passado foram registradas 128 mortes de mulheres, mulheres assassinadas por seus parceiros ou ex-parceiros, fora todas as denúncias de abuso, violência, pedidos de ajuda através do disque-denúncia, o telefono rosa,  o número gratuito 1522. 
Circulam por aí cartazes de conscientização, como estes:

Os tapas são tapas. Confundi-los com amor pode te fazer muito mal

Um violento não merece o teu amor. Merece uma denúncia.
                                       
Você tem só um jeito de mudar um namorado violento. Mudar de namorado.
Não se case com um homem violento. Os filhos aprenderão rápido.
                                    
Segundo um estudo da Agência da União Europeia, a Itália não está entre os países com maior número de registro de violência contra mulheres. Segundo o estudo (resultados são representados no gráfico abaixo), 27% das mulheres italianas sofrem ou já sofreram abuso físico, psicológico ou sexual, a partir dos 15 anos de idade. Dinamarca está no topo, com 52% da população feminina violentada por seus parceiros ou não parceiros.

 
 Fica aí o alerta!



domingo, 4 de maio de 2014

La vera cucina romana!

Querem conhecer a verdadeira culinária romana?
Historicamente é uma cozinha simples, feita com ingredientes baratos, porém muito nutritivos. 
Ainda hoje se mantém as tradições da culinária da Roma antiga, uma cozinha variada, cheia de sabores, texturas e muito mais.
Almoçar ou jantar em um restaurante típico romano, de cozinha caseira, pode ser delicioso mas também cheio de surpresas. Surpresas essas que nem sempre agradam o paladar de todos.
Alguns restaurantes de "cucina casareccia" têm um valor fixo para o menu (entre 20 e 30 euros), no qual se come um mix de antipastos, 3 "primi" (massa) e alguns "secondi e contorni" (carnes e verduras).
E é esse menu a caixinha de supresas! 


Alguns exemplos de antipastos, além dos tradicionais presuntos, salames e queijos variados:

- Alici marinate: filezinhos de alice marinados em vinagre e servidos com azeite de oliva.
- Nervetti alla salsa verde: nervo de vitelo com molho verde
Le coppiette: carne de porco ou cavalo seca e apimentada.

 

Algumas massas:

- Spaghetti alla Carbonara:  molho com ovos, "guanciale" (um tipo de bacon), queijo pecorino, sal e pimenta.
 

- Spaghetti cacio e pepe: queijo pecorino e pimenta
- Bucatini all'amatriciana: molho de tomate, queijo pecorino e guanciale.

Algumas carnes:

- Coda alla vaccinara : prato típico feito com rabo de porco, cebolas e cenouras.

 

- La pajata: intestino de vitelo (alimentado só com leite) cozido no vinho branco e especiarias.

 

- Trippa alla romana: tripa cozida com tomates, cebolas, cenouras e especiarias.

 

Contorni (verduras):

- Carcioffi alla giudia e alla romana: alcachofras ao alho e óleo (preparadas em diferentes modos)
- Cicoria ripassata: Chicória refogada
- Fiori di zucca fritti: Flores de abóbora fritas (empanadas)

 
Doce:

- Crostata di visciole: torta com cobertura de visciole (cerejas selvagens ou também conhecidas por aqui como amarene).


Deu fome?
Vejam no site Roma in Bocca essas e outras receitas tradicionais da culinária romana, em italiano, claro.

Baci a tutti.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Cinecittà e o cinema italiano.

Hoje é aniversário da Cinecittà. 77 anos!
Cinecittà é onde estão os estúdios cinematográficos italianos, onde foram girados mais de 3000 filmes até hoje.
 
É uma sociedade, em sua maioria privada. Ocupa uma área de 40 hectares aqui em Roma. 
São 22 estúdios de gravação além de outras estruturas de apoio.
"Filha do fascismo", Cinecittà foi construída entre 1936 e 1937, com o objetivo de alavancar a produção cinematográfica italiana, enfraquecida pelas mega produções americanas, outro objetivo na época é que o cinema também servia também como meio de propaganda do governo.
No mesmo ano da inauguração foram produzidos 19 filmes, entre eles o famoso "Il feroce saladino" de Mario Bonnard. Em 1940 foram girados 48 filmes e em 1942 foram 59. Em 1943 caiu a produção e foram só 25 filmes concluídos. Neste mesmo ano mais de 1200 funcionários da Cinecittà foram demitidos, e assim, o cinema fascista italiano se transferiu para Veneza nos pavilhões da Bienal.
Com o fim da guerra, somente a partir de 1947 (3 anos após a libertação de Roma) é que Cinecittà foi voltando às atividades cinematográficas, para enfim, nos anos 50 ter o seu "boom", tornando-se um mito, chamada até de a "Hollywood sul Tevere". Além de produções italianas, também eram produzidos ali filmes americanos e de outros países.


Naquela época, esse "boom" foi de grande importância econômica para a cidade de Roma (que era ainda uma cidade pequena, com pouco mais de 1 milhão de habitantes).
A partir do fim dos anos 60, com o crescimento das produções televisivas, Cinecittà volta a perder mercado e entra na crise da indústria cinematográfica.


Com cara de "abandonada", Cinecittà ainda abriga algumas produções, principalmente televisivas, que inclui a casa do "Grande Fratello", o Big Brother italiano.

É possível fazer visita aos estúdios e a "cidade cenográfica" de Cinecittà.

Uma prévia você vê aqui neste video:


Para saber mais visite o site do Cinecittà.

Visitar Cinecittà está na lista das coisas que ainda preciso conhecer aqui em Roma.

Baci a tutti!


quarta-feira, 16 de abril de 2014

Brasileiras pelo Mundo - Páscoa

Estou lá hoje no blog Brasileiras pelo Mundo contando um pouco da tradição de Páscoa italiana e mais especificamente a Romana, com um café-da-manhã prá lá de caprichado!

Deixo aqui um trechinho e convido para continuar a ler lá no Brasileiras pelo Mundo clicando aqui.


"A Páscoa é o segundo feriado religioso mais importante da Itália, após o Natal. Porém, a festa da Páscoa, muito mais dos que os motivos religiosos já profundamente enraizados, está ligada ao primeiro despertar da natureza. Desde as origens distantes, o evento tem ressonância rural e nasceu como motivo de agradecimento e de oferenda sagrada pelo início dos primeiros frutos do campo e pomar (após toda a passagem do inverno).
Na Itália hoje, como então, encontramos nas mesas o trigo que virou pão, as verduras, os ovos e claro, carne de cordeiro, alimento essencial e característico desta festa....  '




Continue a ler lá no Brasileiras pelo Mundo!


http://www.brasileiraspelomundo.com/italia-pascoa-56154034


Grazie!

Aproveito e desejo a todos uma boa Páscoa!
Baci a tutti e buona Pasqua!

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Profissões e a crise - quais sentem menos

Algumas profissões sentem menos o efeito da crise. 
Quais são essas profissões? 
Quais áreas estão contratando e estão, em alguns casos, em crescimento, mesmo com a crise?
Portanto, aí vai:

- SAÚDE:
Os profissionais de saúde são os que estão em crescimento, a demanda é grande, seja enfermeiros, fisioterapeutas ou parteiras. Sim, parteiras (pode ser enfermeiros ou técnicos especializados em partos, lembrando que aqui a prioridade é o parto normal, cesárea só em casos de riscos). Fisioterapeutas principalmente pelo alto percentual de idosos no país.
 
 
 
- TI - TECNOLOGIAS:
Outra área em crescimento é a área tecnológica, como programadores, desenvolvedores de software e analistas, além de profissionais capacitados para fases de concepção e desenvolvimento de novos produtos/serviços, designers de CAD-CAM e projetistas mecânicos.
A área de TI, dentre as áreas tecnológicas estão em constante ascensão, em todo o mundo, poderíamos dizer. São profissionais que devem estar constantemente em atualização, pois a tecnologia muda a cada dia.  

Falam ainda de profissões da área de logística e também professores do ensino fundamental, dentre aquelas que ainda estão contratando.
 
As demais profissões acabam sentindo mais a crise. Demitem mais do que assumem, ou estão "estacionadas". 
Infelizmente, a crise se faz presente. 
Esperamos que em breve tudo isso melhore, para o bem de todos.
 
Baci a tutti!
 
 

terça-feira, 1 de abril de 2014

No blog "Brasileiras pelo Mundo"

Hoje estou lá no "Brasileiras pelo Mundo", um blog com mulheres que moram nos quatro cantos do mundo.

É minha primeira participação e espero que venham tantas :)

Leiam lá!

"Itália - De Milão à Roma"


http://www.brasileiraspelomundo.com/italia-de-milao-a-roma-15103938

Baci a tutti!

sábado, 29 de março de 2014

Estudar e exercer sua profissão na Itália - Resumão

Muitas das dúvidas que recebo são sobre validação de estudos, profissão, e como exercer na Itália a profissão adquirida no Brasil. Escrevi já alguns posts sobre o tema, hoje faço um resumão, completando com algumas informações que de repente não ficaram tão claras nos posts anteriores. 
Portanto aqui vai:

- Estudar na Itália = é necessária a validação dos títulos de estudos pelo consulado italiano. Para a obtenção da "Dichiarazione di Valore in Loco". Expliquei já num post, clique aqui para ver.

- Legalizar a profissão = Se você fez uma graduação no Brasil, para exercer sua profissão na Itália, primeiro precisa saber se a profissão é regulamentada por lei ou não.  
Exemplos de profissões não regulamentadas: aquelas de publicidade, comunicação, arte e música dos vários setores (por exemplo, decorador de interiores, ator, dançarino/a, cantor, compositor, maestro, músico (instrumentista), decorador, desenhista, estilista moda, pintor, diretor, cenógrafo, escultor, etc.), a mediação linguística (intérpretes e tradutores), marketing e muito mais. Neste caso, é necessário somente a validação dos títulos de estudos e profissão pelo consulado italiano no Brasil, para provar a formação de nível superior (link no item anterior).
Já as profissões regulamentadas por lei, é possível ver a lista pelo site do Cimea, clicando aqui,  além da legalização dos títulos de estudos e profissão, é necessário saber qual órgão é responsável pela legalização da profissão aqui na Itália. Por exemplo:

- Ministério da Saúde - Legaliza as profissões de: Nutricionista , Educador , Farmacêutico, Fisioterapeuta, Enfermeiro, Fonoaudiólogo, Médico/Médico Especialista , dentista, parteira , Óptico, podólogo, Psicólogo, Psicoterapeuta; Técnico audiometrista, fonoaudiólogo técnico; fisiopatologista técnica de perfusão cardiovascular e vascular; Técnico prevenção no ambiente e no local de trabalho; reabilitação psiquiátrica Técnico; neurofisiopatologista técnico; técnico ortopédico , médico laboratório técnico biomédico , técnico em radiologia médica, terapeuta de neuro e de desenvolvimento psicomotor, Veterinário, etc.


- Ministério da Justiça - Legaliza as profissões de: Agente de Câmbio, Agrônomo Florestal júnior; Agrotécnico ; Assistente Social ; Atuária, Advogado, Biólogo, Biotecnólogo agrário ; Químico ; Consultor do Trabalho, Doutor médico agrônomo e florestal, Revisor Oficial de Contas, Doutor de técnicas psicológicas,  sociais, organizacionais e, do trabalho, geólogo, topógrafo, Jornalista, engenheiro , Inspetor agrícola , topógrafo industrial , contador, tecnólogo da comida ; Zoologista
, etc .

Além do da Saúde e Justiça, existem outros órgãos, que legalizam outras tantas profissões. Consulte o site do Cimea. 
Algumas profissões precisam fazer provas na Itália ou não para serem validadas. Consulte o site dos ministérios responsáveis pela legalização para obter maiores informações em relação às exigências e processo de legalização.

- Se quer continuar os estudos, como uma pós-graduação, nem toda universidade aceita para o ingresso somente a Dichiarazione di Valore in Loco emitida pelo consulado, mas pedem também a Equipollenza dos títulos. Que é uma análise detalhada de todo conteúdo programático e documentos do curso de graduação para ver se é equivalente a um italiano. Maiores informações clicando aqui . É necessário se informar também  na universidade italiana de interesse.

- Se a validação é de um Doutorado, é preciso fazer a Equipollenza, o responsável é o Miur. Maiores informações clicando aqui.

É isso!
In  bocca al lupo!
Baci a tutti!

Você também pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...